Fome na Coreia do Norte: a rara admissão do líder Kim Jong-un sobre ‘situação tensa’ no país

O líder norte-coreano Kim Jong-un reconheceu formalmente que seu país enfrenta escassez de alimentos. Em uma reunião de líderes do seu partido, Kim disse: “A situação alimentar das pessoas está ficando tensa”.

Ele disse que o setor agrícola não conseguiu cumprir suas metas de grãos devido aos tufões no ano passado, que causaram inundações. Há relatos de que os preços dos alimentos dispararam, com a rede de notícias NK News afirmando que um quilo de banana chega a custar US$ 45 (R$ 225).

A Coreia do Norte fechou suas fronteiras para conter a disseminação da covid-19.

Como resultado, o comércio com a China despencou. A Coreia do Norte depende da China para alimentos, fertilizantes e combustível.

6 thoughts on “Fome na Coreia do Norte: a rara admissão do líder Kim Jong-un sobre ‘situação tensa’ no país

  1. I do accept as true with all of the ideas you’ve presented for
    your post. They are really convincing and can definitely work.
    Nonetheless, the posts are too short for starters. Could you please lengthen them a little from subsequent time?

    Thanks for the post.

  2. Hey just wanted to give you a quick heads up and let you know a few of the images aren’t loading properly.
    I’m not sure why but I think its a linking issue. I’ve tried it in two different internet browsers and both show the same results.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *