Como liderar pessoas imprevisíveis e volúveis? – Confira dicas!

Como liderar pessoas imprevisíveis e volúveis? Por que essas pessoas são necessárias em uma empresa mesmo possuindo tais características? De que forma você, gestor de pessoas e líder do setor de Recursos Humanos, pode lidar com pessoas desse tipo? Existe algum tipo de estratégia para isso ou devemos apenas nos ater a demissão? Um mindset ágil ajuda?

Liderar pessoas nunca foi e nunca será uma tarefa fácil. Pelo contrário, é tão difícil que são poucas as pessoas que conseguem ser líderes nos dias atuais, gerando assim uma demanda muito grande por profissionais altamente capacitados em liderança. Como deve imaginar, não é toda empresa que possui um líder qualificado.

Porém, se você é dono de um negócio e quer que a sua empresa esteja sempre em crescimento, é de suma importância que encontre alguém a altura para conseguir líder com as frustrações, sentimentos pessoais e resultados de cada um de seus colaboradores, independentemente do setor em que atuem.

As pessoas imprevisíveis e volúveis são aquelas das quais nunca sabemos o que esperar, uma hora felizes, outra hora descontentes; uma hora produtivos, outra hora parecem estar com uma âncora em sua produção. De qualquer forma elas ainda são necessárias, e vamos explicar o porquê disso no decorrer deste conteúdo.

Hoje, nessa mesma matéria, vamos ajudar você que é líder ou está procurando por um a como liderar pessoas imprevisíveis e volúveis, para que assim consigo melhorar o clima interno entre seus colaboradores. Portanto, se busca respostas para essa dúvida, acompanhe-nos até o final do conteúdo. Vamos lá!

Um grupo nunca é homogêneo

Uma das primeiras coisas que um líder de verdade precisa ter em mente, e provavelmente já possui, é que um grupo de colaboradores nunca será homogêneo, pelo contrário, é a diversidade que o compõe. Você encontrará em um grupo de 10 funcionários tanta variedade que nunca imaginou que poderia. São pessoas;

  • Extrovertidas;
  • Introvertidas;
  • Proativas;
  • Que funcionam somente com solicitações;
  • Emotivas;
  • Frias e calculistas;
  • Que amam trabalhar em grupo;
  • Que produzem mais que quaisquer outros da empresa se estiverem em um trabalho solo;
  • Manipuladoras;
  • Manipuláveis;
  • Controladoras;
  • Imprevisíveis;
  • Volúveis.

É claro que, quanto maior for o grupo de funcionários – e isso ocorre até mesmo em pequenos grupos – maior é a chance de encontrar colaboradores com perfis de personalidade semelhantes, onde se formam então as panelinhas que trazem mais problemas que qualquer outra coisa.

O que queremos dizer com isso? Que o líder precisa estar preparado não só para líder com pessoas imprevisíveis e volúveis, mas com todos os outros aspectos, às vezes melhor com uns do que outros, mas sempre com alguma carta na manga de como lidar com aquele funcionário em questão.

Líder situacional: o melhor para liderar pessoas imprevisíveis e volúveis

Existem muitas categorias de líderes no mercado atual. Com isso, queremos dizer que muitas vezes é o tipo de líder que você contrata que irá determinar se o seu grupo irá trazer resultados ou não. Por exemplo, contratar um líder democrático para um grupo de 10 pessoas, em que pelo menos 2 dessas são arrogantes e controladoras, trará mais problemas do que benefícios.

Nesses casos, seria interessante contratar um líder motivacional, mas com aspectos autocratas: que motive seus funcionários a trabalhar, mas que lembre sempre quem manda e quais são as regras que precisam ser seguidas, independentemente da situação em que esteja.

Assim como esse exemplo de líder que mencionamos, um que sabe como nenhum outro como líder pessoas imprevisíveis e volúveis é o líder situacional: trata-se de uma liderança que se adapta a qualquer tipo de situação em que é colocada, como se fosse um “líder global”. Esse é um dos líderes mais buscados no mercado.

Isso acontece porque ele possui características distintas, mas unindo ainda sim os melhores aspectos das outras categorias de líderes. O líder situacional é aquele que sabe se portar de forma diferente para cada um dos seus funcionários, de acordo com a personalidade deles e da forma com que se mostram ao trabalho.

Devo demitir essas pessoas?

Jamais. Você só deve demitir alguém imprevisível e volúvel a partir do momento em que todas as estratégias de liderança utilizadas não foram suficientes para extrair o melhor que a pessoa pode oferecer. Toda empresa precisa de variedade em seu headcount: até mesmo pessoas controladoras são necessárias para equilibrar seu pessoal, e isso inclui também as pessoas imprevisíveis e volúveis.

Como liderar pessoas imprevisíveis e volúveis?

Afinal, como liderar esse tipo de colaborador? Estando sempre por perto. Você não o tratará como um filho, mas irá impor regras para seu trabalho e sempre ficar atento aos detalhes, sobre como o funcionário está, e, se possível, aprender a ler suas ações, para compreender qual o seu próximo passo. Esperamos ter ajudado você a compreender mais sobre o assunto. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.