Como é feita a dedetização de condomínios?

A dedetização de condomínios é uma ação que envolve todos os moradores e proprietários. Muitos têm dúvida sobre o que ocorre quando esse tipo de serviço é agendado. Portanto nesse artigo vamos entender como é feita a dedetização de condomínios e quais os pormenores dessa prática. Se você está curioso, continue acompanhando com a gente.

Qual a frequência de dedetização de condomínios?

 A frequência de dedetização de condomínios é de três em três meses. Essa periodicidade pode ser alterada para mais ou para menos dependendo de onde se localiza o condomínio em si. Além disso, deve ser levado em conta a decisão que os moradores e proprietários tomam durante a assembleia. Fora as questões de verba que o próprio síndico possui para realizar esse tipo de serviço.

Porém, o recomendado é que a dedetização seja feita trimestralmente. Isso para evitar que pragas urbanas comuns, como baratas, formigas e ratos infestem o condomínio. Para os síndicos, é importante não perder as datas da dedetização. Isso pode acabar colocando em risco os próprios moradores e proprietários dos apartamentos.

 Quem é o responsável por agendar a dedetização de condomínios?

Para dedetizações em áreas comuns do condomínio, o responsável é o síndico. Após ser decidida a periodicidade da dedetização, é ele o responsável pelo cumprimento deste prazo. Sabemos bem, que os síndicos têm diversas responsabilidades com relação a prédios e condomínios. Então, para não se esquecer, coloque um calendário dedetizado as dedetizações em um local exposto e de fácil visão. 

Do contrário, os próprios moradores podem reclamar e exigir uma postura do síndico sobre problemas com infestações. Além de que as pragas urbanas, quando não dedetizadas, se reproduzem rapidamente. Sem o tratamento correto, o condomínio pode virar um ninho para esses invasores.

Como acontece a dedetização de condomínios?

O primeiro passo é entrar em contato com uma dedetizadora profissional que já tenha experiência no cuidado com condomínios. Depois disso, um profissional será designado para fazer a visita ao local e entender se já existem infestações, como é a estrutura do condomínio e qual a solução mais viável para aquela situação. 

Existem mais de um método utilizado para a dedetização de condomínios. O profissional dedetizador escolherá aquele que se enquadra na situação, estrutura e orçamento que o síndico dispõe. Depois disso, será marcado um dia para que a dedetização de fato aconteça. Dependendo do tipo de dedetização utilizada, é ideal que o síndico avise aos moradores para que não frequentem os ambientes em comum.

Quais os métodos utilizados para dedetização de condomínios?

Como dissemos anteriormente, existem diferentes métodos para dedetização de condomínios. O que vai determinar qual deles será o utilizado é a visita de avaliação do profissional dedetizador. Então, acompanhe a lista dos métodos mais comuns:

  • Pulverização; onde o profissional aplica um jato nas áreas externas e abertas do condomínio. Nesse tipo de aplicação, pessoas e animais não deverão frequentar os espaços dedetizados por até 2 horas;
  • Gel; que pode ser aplicado em áreas internas do condomínio e possui alta ação residual;
  • Pó químico; onde o profissional dedetizador aplica em frestas e fendas que possam servir de abrigo para pragas urbanas.

Existe uma lei que obriga a dedetização de condomínios? 

 Depende de qual região o condomínio está localizado. Não existem leis federais que obriguem a dedetização de condomínios em território nacional, mas alguns estados, como o Rio de Janeiro, já possuem leis estaduais para isso. 

O ideal é procurar pela legislação do seu estado e entender se há a necessidade de realizar a dedetização obrigatoriamente. Porém, fica uma dica importante: realizar a dedetização de condomínio pode poupar muitos problemas com moradores. Não deixe de realizá-la mesmo sem a obrigatoriedade por lei.

 

 Os apartamentos são dedetizados também?

 Não. Em uma dedetização de condomínio, os apartamentos não são dedetizados por dentro. Apenas as áreas comuns do prédio serão vistoriadas e terão algum tratamento aplicado. Isso porque os apartamentos são de responsabilidade do proprietário, e não do síndico. 

Porém, vale a pena destacar a necessidade de que, no dia da dedetização do prédio, também sejam dedetizados os apartamentos. Isso porque as pragas urbanas podem sair dos ambientes comuns do condomínio e adentrarem os apartamentos individuais. O ideal é que os moradores sejam avisados do dia da dedetização do condomínio e já busquem dedetizar seus espaços pessoais.

Como escolher a melhor dedetizadora de condomínios

 É simples escolher uma boa dedetizadora para seu condomínio. Basta realizar uma pesquisa de mercado na internet. Nela, você pode observar as avaliações dos clientes que foram atendidos pela empresa dedetizadora, o reclame aqui, as redes sociais e site. Além disso, vale observar se a dedetizadora possui todas as certificações necessárias para te atender com qualidade.

E se você não souber por onde começar a procurar, segue nossa última dica!

A Ajax dedetiza condomínios com qualidade

Dedetizar condomínios é uma preocupação que todo o síndico deve ter. E para receber um bom serviço, a pesquisa de mercado deve ser feita com cuidado. Afinal, existem muitas empresas que prometem muito, mas não cumprem. Então, sempre conte com dedetizadoras experientes, certificadas e que tem boas avaliações

E se você busca tudo isso, a Ajax é a solução para praticar a dedetização de condomínios em SP.

A Ajax está presente nas principais regiões de São Paulo. Isso quer dizer que vamos atender de forma rápida ao seu chamado. Em poucos minutos nossos profissionais treinados já estarão agendando uma visita de avaliação ao seu condomínio.  Visite o site Ajax e saiba quais serviços podem ser requisitados.

O atendimento é 24 horas por 7 dias na semana. Basta chamar e a Ajax entra em ação.

Fale imediatamente com nossos atendentes pelo nosso telefone (11) 4114-6060; WhatsApp, redes sociais ou via formulário de contato

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.