Faça sua Mulher gozar só estimulando os seios

Faça sua Mulher gozar só estimulando os seios. Dá para levar uma mulher ao orgasmo estimulando somente os seios? Essa não é uma discussão nova. Muitos já se perguntaram se é possível fazer uma mulher alcançar o orgasmo estimulando somente seus seios. Nada de vagina, nada de clitóris — apenas os peitos.

Difícil, não? Certo que elas sentem muito prazer quando manipulamos corretamente essa área de seus corpos. Mas daí para gozar vai um grande passo. No entanto, sim, é possível. E a ciência está aí para nos explicar como.

O QUE A CIÊNCIA DIZ

Há um estudo que ficou famoso, publicado em 2011, que observou como a estimulação no seios atua no cérebro feminino. Você sabe, o prazer é físico, mas quem interpreta os toques, em todo o corpo, para traduzí-los como prazer (ou não) é o cérebro. Ou seja, entender qual área desse órgão é ativado ao toque dos seios pode clarear muita coisa. Como clareou.

O estudo colocou diversas mulheres dentro de um aparelho de ressonância magnética e pediram a elas para estimularem quatro partes do corpo: a vagina, o clitóris, os seios e a cervical. A partir dessas estimulações os pesquisadores descobriram que os toques nos peitos ativaram a mesma região cerebral ativada pelos toques na vagina e no clitóris: o córtex genital sensorial.

Isso significa que as mulheres processam o estímulo nas regiões genitais de forma semelhante ao estímulo nos seios. Nenhuma surpresa, portanto, que elas morram de prazer com uma carícia nos mamilos — algumas chegando mesmo ao orgasmo.

A IMPORTÂNCIA DE OUTROS ESTÍMULOS

Colocando a situação dessa maneira, poderíamos até chegar a pensar que bastaria algumas movimentações mágicas no peito da mulher para ela gozar. Bem, se a teoria talvez nos permita concluir isso, não é o que a prática mostra na realidade.

Quem de vocês, senhores, já levou uma mulher ao orgasmo somente pelos seios? A gente nunca pode falar de orgasmo considerando apenas toques e estimulações, onde quer que sejam. Como ficou claro, o orgasmo é uma reação controlada não pelo corpo — mas pelo cérebro. Então não é apenas um fator que faz uma mulher chegar lá. É uma composição complexa de muitos fatores.

A começar, por exemplo, pelo conforto e segurança. Impossível uma mulher gozar se não estiver se sentindo minimamente segura e confortável em sua presença. Ela travará de tal forma que os estímulos corporais não signifcarão nada além de uma invasão indesejada.

Portanto, antes de sair apertando, lambendo e chupando o peito da parceira, achando que vai fazê-la tremer de prazer, se preocupe com os movimentos preliminares, que servem de aquecimento para o sexo.

É difícil imaginar que uma mulher totalmente fria vá gozar com alguns toques no seio. Agora, se pensarmos que já rolou uma boa prelimiar e que ela está maluca de tanto tesão, mal se aguentando de olhos abertos, fica mais fácil considerar que um bom trabalho em seus peitos pode levá-la ao orgasmo, não?

COMO FAZÊ-LA GOZAR

Se você está descrente com essa ideia de fazê-la gozar pelas seios, saiba que um estudo com 213 mulheres revelou que 29% delas já tiveram essa experiência alguma vez na vida. (Duas garotas falaram sobre isso numa matéria da Cosmopolitan americana, a quem interessar ler.)

Ou seja, está em nossas mãos (e bocas) a capacidade de proporcionar isso a uma parceira. Mas não podemos ignorar o fato da sensibilidade de cada mulher na região. Algumas são hipersensíveis, bastando um leve toque para excitá-las, enquanto outras não ligam muito para a brincadeira nos seios. Não é difícil reconhecer a característica da companheira que está na cama contigo.

Além disso, para aumentarmos nossas chances de fazer uma mulher gozar com estímulo nos seios, é fundamental que saibamos manipular com maestria seus peitos. Uma estimulação inadequada pode gerar resultados catastróficos. Os seios são sensíveis e se tocados de forma errada causam incômodo e dor.

Então, antes de tudo, muita calma nessa hora. Comece sempre com toques muito leves e lambidas suaves e lentas. O ritmo aumenta e se intensifica conforme a resposta da parceira. Ah, e não se esqueça dos movimentos circulares. Agora é partir para a vida e ver se tiramos essa teoria dos livros. Bora?

Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.